Encontro Pré-Enem

Encontro Pré-Enem

Meus queridos alunos,

em primeiro lugar, agradeço a vocês por me permitirem compartilhar capítulos tão importantes de suas histórias com a minha e com a do Ícone. Como já disse, nossos melhores e mais valiosos tesouros não guardamos em cofres, mas em nossas memórias, em nossos corações. Certamente, todos vocês estarão no meu para sempre!

A vida, queridos, é feita de travessias. Algumas suaves, outras bem difíceis, mas elas sempre nos conduzem ao novo, à maturidade, a um autoconhecimento capaz de dar sentido ao que somos e fazemos! Estamos atravessando juntos uma etapa importante e quero ratificar que estou com cada um, torço e oro para que Deus os abençoe em tudo que fizerem e sonharem.

Não tenham medo! Lutem com o que vocês têm. Acreditem que as maiores guerras ocorrem no território das emoções e é lá que devemos enfrentar nossos piores inimigos: o medo de fracassar; a ansiedade; as incertezas; a pressão, o desânimo, entre outros. Por isso, protejam-se desses sentimentos, rejeitem pensamentos destrutivos e abram janelas felizes em suas mentes e contemplem o que os está aguardando do outro lado: uma vida feliz, cheia de saúde, amigos e realizações.

Meu coração guardará cada um de vocês e sempre estarei na torcida para aplaudir de pé a trajetória de honra que todos construirão, independente do ENEM ou de qualquer outro desafio. Amo a todos!

Um grande abraço de um amigo para toda a vida!

Fernando Venancio

Clique aqui e confira as fotos do evento. 

 

Ícone Taquara realiza peça que visa combater a intolerância e promover a igualdade

Ícone Taquara realiza peça que visa combater a intolerância e promover a igualdade

No dia 28 de setembro de 2019, o Ícone Colégio e Curso Taquara, em parceria com o Palco Literário, promoveu o grande espetáculo Amizade, a partir da interpretação do conto de Mia Couto: “O embondeiro que sonhava pássaros” e textos feitos pelos próprios alunos. A obra “Amizade” revela a importância do ser humano não se colocar de forma egoísta no mundo. Ao contrário, aquele que encontra um amigo verdadeiro encontra também um tesouro o qual é de extrema relevância para o conviver em sociedade e superar as diferenças.

O evento que ocorre anualmente consiste em reunir numa obra literária os textos produzidos pelos próprios alunos, também contando com um espetáculo musical e teatral e a apresentação da estimada Banda Ícone (professores e alunos). Em 2019, o tema a amizade e a importância de não nos posicionarmos como autossuficientes.

Através dessa obra e de toda forma literária e poética que os alunos se expressam, eles se inspiram em grandes mestres da literatura mundial. É dessa maneira que os jovens escritores do 6° ano do ensino fundamental ao 3° ano do ensino médio do Ícone Colégio e Curso Taquara se mostram capazes de emocionar os leitores e os telespectadores que buscam sensibilidade escondida dentro de uma verdadeira amizade, a fim de aquecer o coração e alimentar a alma com afeto, amparo, carinho e calor, pois nenhum ser humano nasceu para ser sozinho e autossuficiente.

Gabriela Freitas, estudante do 2º ano do ensino médio, fez parte do elenco e afirma: “Foi uma experiencia única, porque, além de unir os alunos, é algo para vida. É possível aprender a conviver com outras pessoas, outras mentes, passa a entender o outro, a abrir os olhos. Me aproximou mais dos meus amigos e além disso fala sobre a amizade, amor e perdão”.

A peça teatral conta a história de uma passarinheira que vivia descalça, sorrindo para o céu. A aparência dela não seguia os padrões e ela curiosamente vendia pássaros em gaiolas largas, com portas abertas e os pássaros poderiam sair a hora que quisessem, dizia ela ser essa a intenção, até porque de que adianta ter asas e não voar? Aquele que quisesse ficar, ficaria, pois a verdadeira amizade não prende, pelo contrário, liberta. Com isso, a passarinheira era tida como uma péssima influência para os jovens, que poderiam cruzar o caminho dela. Em um determinado momento da peça, a criança Lia se aproxima da passarinheira e decide largar seus sapatos, seus “bons costumes” e ir atrás dos seus sonhos.

Todas as crianças estavam cada vez mais encantadas, querendo sonhar e sentir o valor da verdadeira amizade. O fim da peça poderia ser trágico, mas não é essa a mensagem que a história quis passar. Neste tempo, em que o egoísmo e a intolerância se tornam cada vez mais presentes, a mensagem que todos os alunos, professores e diretor transmitiram é que nós, seres humanos, necessitamos desse contato com o outro. A amizade é um dom que se manifesta através do outro e gera impacto importante na nossa convivência em sociedade e nosso desenvolvimento social. Quem nunca teve uma amizade que marcou para sempre?

Segundo o diretor Fernando Venancio, “Nós realizamos um evento dessa grandeza justamente por acreditar nas boas consequências. O Ícone acredita que o espetáculo como esse pode sim ajudar o indivíduo a refletir sobre sua existência, sobre sua vida e, a partir dessa reflexão, mudar de comportamento, produzir um mundo melhor”.

Para Priscila Lessa, idealizadora do palco literário, responsável pelo roteiro e direção do espetáculo, “É importante esses jovens tão engajados. Me emocionei diversas vezes, porque são diversos jovens se empenhando em uma peça com um tema como esse. Pode-se observar que o diferente não é ruim, pelo contrário, acrescenta. É pensar nas diferenças como uma soma. Amizade nada mais é do que o cuidado com o outro e é muito interessante como eles se entregam e se dedicam ao espetáculo e entendem a mensagem que a peça passa”.

O amigo verdadeiro ama a alma e não necessariamente o que o outro faz. A mensagem que a peça passa é essa: ame seu amigo pelo o que ele é e não pelo o que ele faz, ame além, olhe e busque o que ninguém veria. Ame, simplesmente por amar, cuidar e valorizar. O amor liberta e a amizade é um caminho para essa libertação. Juntos, somos capazes de fazer a mudança de que o mundo precisa, juntos, com respeito, igualdade e solidariedade, conseguiremos derrubar as barreiras do preconceito, da intolerância e da injustiça.

 

Confira o álbum de fotos do espetáculo em https://bit.ly/2nCHhk9

 

Simula Ícone Taquara – 1º SIT

Simula Ícone Taquara – 1º SIT

O SIT é um projeto que simula uma reunião da ONU. Além de proporcionar crescimento intelectual aos alunos, essa atividade promove a interação dos discentes com diversas situações problemáticas da realidade.
O evento foi realizado nos dias 15 e 16 de junho. #sit #íconetaquara #íconecolégioecurso #ensinoquepermanece #AprendendoNaPrática

Projeto Competência Leitora e Redação – Ensino Fundamental II

Projeto Competência Leitora e Redação – Ensino Fundamental II

Através da leitura, o ser humano consegue se transportar para o desconhecido, explorá-lo, decifrar os sentimentos e emoções que o cercam e acrescentar vida ao sabor da existência. Pode então, vivenciar experiências que propiciem e solidifiquem os conhecimentos significativos de seu processo de aprendizagem.
Neste sentido, pensamos ser dever de nossa instituição de ensino, juntamente com professores de Língua Portuguesa (Competência Leitora/Redação), Arte e equipe pedagógica, propiciar aos nossos alunos momentos que possam despertar o gosto pela leitura, o amor ao livro, a consciência da importância de se adquirir o hábito de ler.
Ícone Colégio e Curso – Taquara

Ícone Taquara realiza debate sobre a obra “Hora de Alimentar Serpentes”

Ícone Taquara realiza debate sobre a obra “Hora de Alimentar Serpentes”

Texto de Marina Colaanti é obrigatório para o Exame de Qualificação da UERJ

O Ícone Taquara, junto com o grupo Palco Literário, apresentou, no Teatro Retiro dos Artistas, a montagem “Hora de Alimentar Serpentes”, de Marina Colasanti no dia 1º de junho. O evento também contou com espaço aberto para debate mediado pela professora Ana Carla e o coordenador Élio Alencar com a participação dos estudantes e dos atores Pedro Ruggiero, Priscila Lessa, Iuri Ribeiro e Gustavo Tavares. Um dos principais objetivos foi incentivar a leitura do livro, o qual faz parte do texto obrigatório do exame de qualificação do vestibular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). E não foi a primeira vez que o grupo se apresentou no colégio.

O Palco Literário leva às escolas encenações de obras que fazem parte da grade de estudos de maneira lúdica e criativa, incentivando a leitura e a arte. A atriz e diretora da peça, Priscila Lessa, explica um pouco do trabalho do grupo e de que forma espera que possa contribuir para os estudantes do Ícone através dessa experiência: “fui pincelando quais minicontos eu considerava mais fáceis de encenar. Coloquei 51 no roteiro sem ordem e passei para eles. Não fazia ideia de como seria isso, mas o teatro é coletivo, é parceria. Foi a primeira vez que a gente usou o improviso. É muito gratificante estar junto de alunos que querem aprender, que estão aqui no sábado de manhã dispostos a conhecer um pouco mais da literatura e do teatro. Cada apresentação é uma nova descoberta, um momento de troca. Eu espero que com esses minicontos que a gente selecionou eles possam entender a importância da leitura do livro e se interessem por isso. Nosso objetivo é esse: que através do pedaço que a gente mostrou eles queiram ler o todo e assim irem melhor na prova”.

Feira de Línguas – Ritmos

Feira de Línguas – Ritmos

No dia 22 de maio realizamos a Feira de Línguas 2019 com o tema RITMOS: HISTÓRIA, INFLUÊNCIAS, INSTRUMENTO DE PROTESTO OU CONSUMO. Este projeto envolve as turmas de 6º ao 2º ano com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre as línguas estrangeiras oferecidas na escola. O tema RITMOS proporcionou que nossos alunos conhecem ritmos tradicionais dos países hispanofalantes e de língua inglesa como, por exemplo, Bolero, Flamenco, Salsa, Sapateado e Valsa Inglesa, entre outros.
O Projeto é desenvolvido em parceria com os professores de Espanhol, Inglês, Artes e Educação Física com apoio de toda a comunidade escolar.
Nas turmas de 6º ao 8º anos, os alunos estudaram em sala de aula ritmos de origem das línguas estrangeiras oferecidas na escola, criaram trabalhos nas aulas de artes relacionados aos temas e desenvolveram uma apresentação de dança. Os alunos foram avaliados sob os critérios de pesquisa do ritmo, participação e colaboração nos ensaios, entrega do trabalho de artes, adequação do figurino e participação no dia do evento.
As turmas de 9º ao 2º anos, com base no estudo do ritmo selecionado, desenvolveram o projeto de decoração do espaço de exposição, pesquisa de figurino, atividade interativa, lembranças, gastronomia relacionada ao país de origem do ritmo e a dança.
O trabalho é desenvolvido em grupo visando à aprendizagem e resultados coletivos. A colaboração entre os alunos, professores, diretores e funcionários faz com que a escola proporcione aprendizagem de maneira lúdica e participativa. O projeto resulta em diversos benefícios para a convivência, favorece no desenvolvimento de diferentes habilidades e impacta, diretamente, na autoestima e no compartilhamento da memória afetiva.
Este ano o Diretor Fernando Venâncio fez uma parceria com as coreógrafas Alexandra Carneiro e Ana Clara Araújo, o que proporcionou coreografias elaboradas de acordo com as características principais do ritmo selecionado para cada turma. Também, levou a Feira de Línguas para um espaço amplo e aconchegante, proporcionando conforto aos alunos e presenteando os responsáveis que pela primeira vez puderam assistir as apresentações de dança.
Os figurinos belíssimos elaborados mediante as pesquisas foram confeccionados por costureiras indicadas pela professora orientadora, por responsáveis e idealizados pelos alunos, fazendo com que nosso espetáculo se tornasse inesquecível.
O dia do evento foi marcado por diferentes emoções, não há palavras que possam descrever os sorrisos, as lágrimas de alegria, a satisfação e os abraços apertados ao final de cada etapa e apresentação.