fbpx

Em meio a muito estudo e ansiedade, nossos alunos das unidades Taquara e Pechincha tiveram a oportunidade de aprender e se divertir ao mesmo tempo. É que neste sábado (18/08), aconteceu mais uma edição do Ícone em Cena, com a adaptação da obra literária O Alienista, de Machado de Assis*, em uma peça de teatro.

Em parceria com o grupo teatral Palco Literário, o Ícone realizou duas sessões. “O primeiro passo é quebrar o preconceito de que o livro é chato. E, por meio dessa forma lúdica, eles se interam da história. O objetivo é fazer com que eles entendam melhor o conteúdo literário, pois eles assistem e nunca mais esquecem”, explica Pedro Luggiero, ator do grupo Palco Literário. Como o formato facilita a interpretação dos alunos, isso proporciona um melhor desempenho no vestibular. “Viemos para contribuir com o ensino, nos adaptando a velocidade da informação atual. Ao acompanhar o ritmo dos alunos, eles aprendem ainda mais rápido”, completa Pedro Luggiero.

O conto, que também é considerado uma novela, foi escrito em 1882. Ele retrata a história do Doutor Simão Bacamarte que, após retornar de Portugal, se aprofunda nos estudos da Psiquiatria e constrói, em Itaguaí, a Casa Verde, um manicômio para receber os loucos da região.

A apresentação leve e divertida foi muito aplaudida pelos alunos. “A peça é maravilhosa. Aqui tivemos a possibilidade de um entendimento mais amplo da obra, além ser mais tangível”, destaca Isadora Peçanha, aluna da 3ª série da Unidade Taquara.

A leitura da obra O Alienista é obrigatória para quem vai fazer o 2º Exame de Qualificação da UERJ. “Como o racional está ligado ao emocional, com a peça é possível fixar melhor a história. E, além de ser um momento de descontração e relaxamento em um período tenso na vida dos alunos, a peça provoca o estímulo de ler o livro”, enfatiza Yuri Ribeiro, ator do grupo Palco Literário.

Está é a terceira edição do Ícone em Cena, que já contou com a adaptação das obras “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector, e “Primeiras Estórias”, de Guimarães Rosa. “Eu fui a todas as edições e é sempre muito interessante. Se cair alguma questão sobre os livros, irei lembrar muito das cenas na hora da prova”, afirma Maria Luiza Mira, aluna da 2ª série da Unidade Pechincha.

E teve aluno que mostrou a sua veia de ator e participou da cena que retratava a Revolta dos Canjicas. “Foi uma experiência muito divertida! Compreender e interpretar o livro se tornou bem mais fácil. Ainda mais por poder interagir e fazer parte de alguns momentos da peça”, elogia Matheus da Silva, aluno da 2ª série da Unidade Taquara.

*Nascido no Rio de Janeiro, em 1839, Machado de Assis escreveu inúmeros poemas, contos, peças teatrais e romances. Considerado um dos maiores autores da literatura de língua portuguesa, foi fundador da cadeira nº 23 da Academia Brasileira de Letras (ABL), na qual ocupou o cargo de presidente por mais de dez anos.